Varizes

São o aumento da dilatação das veias dos membros inferiores, causadas pela dificuldade de retorno do sangue ao coração. Este refluxo venoso pode fazer com que as varizes fiquem alongadas, tortuosas ou saculares.

 

Existem basicamente três tipos de varizes: tronculares, reticulares e microvarizes.

Quais as principais causas das varizes?
 

Genética (hereditariedade): É considerada a principal delas. Se tanto o pai quanto a mãe forem varicosos, as chances de que os filhos apresentem a doença são muito elevadas, já que neste caso existem vários fatores de risco contribuindo com a expressão da doença.

Hormônios: por exemplo, durante a gestação e no período de transição para a adolescência.

Tipo de trabalho: pessoas que exercem atividades que exijam ortostase (permanecer de pé) constantemente. Ex.: cabeleireiros, garçons, etc.

Sexo: as varizes são mais freqüentes em mulheres.

Idade: ocorrem mais em indivíduos com mais de 70 anos. Varizes volumosas em pacientes jovens despertam a atenção do médico para possíveis “má formações venosas” ou fístula artério- venosa.

Sedentarismo: caminhadas diárias são muito importantes e contribuem para o fortalecimento da “bomba venosa periférica”, facilitando o retorno venoso.

 

O que normalmente sente uma pessoa portadora de varizes de membros inferiores?
 

As queixas mais comuns são:

  • Sensação de peso nos membros inferiores (pernas);

  • Dor;

  • Edema (inchaço);

  • Caimbra

  • Prurido (coceira);

  • Alterações tróficas de pele (complicação na fase mais avançada da doença).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A HIPERPIGMENTAÇÃO da pele dos membros inferiores se caracteriza por manchas ”tipo ferrugem” de vários tipos.

Atrofia branca: manchas brancas na área do tornozelo.

 

 

 

 

Eczema: inflamação no terço distal das pernas.
 

Úlceras varicosas: feridas nas pernas provocadas por varizes.

Anquilose: destruição da articulação (junta) do pé com a perna, limitando a mobilidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Qual seria a escala evolutiva de varizes de membros inferiores?

Obs: Conforme podemos ver nas fotos acima, para que não ocorra a evolução progressiva da doença, é de suma importância consultar um angiologista ou cirurgião vascular na fase inicial da doença.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como o médico faz o “diagnóstico” (confirmação) de Varizes de Membros Inferiores?

Quais os tipos de tratamento?

- Clínico com remédios, orientações e meia elástica.

 

- Cirúrgico.

- Endovenoso: utilizando-se a espuma densa guiada por eco para vasos de grosso calibre e úlceras varicosas.

 

- Laser.

 

- Escleroterapia líquida para vasos de pequeno calibre.

Como é o tratamento com espuma densa guiada por eco?
 

É realizada a aplicação da Espuma Densa (polidocanol) no ponto de refluxo (ou ponto de fuga), ocluindo-se este ponto, com o auxílio e acompanhamento de um aparelho de Eco. Com isto, elimina-se a área doente e diminui-se a pressão venosa, indo diretamente a causa do problema.

Desta forma, popularmente falando, desaparecem as “dilatações” varicosas e o quadro que seria como se fosse uma “torneira vazando”, infiltrando uma parede ou enchendo um “saco” (doença), é corrigido, evitando-se a destruição progressiva.

Por que atualmente na França, 95% dos pacientes optam pelo tratamento com espuma densa guiada por eco, ao invés de cirurgia?

 

Porque o resultado é muito bom, não necessita de internação hospitalar, anestesia, cortes (cirurgia) e o retorno ao trabalho é imediato (10 minutos após o tratamento), dispensando o repouso prolongado.

 

VARIZES NA GRAVIDEZ

É comum ocorrer maior incidência de Varizes de Membros Inferiores no período gestacional, principalmente devido à ação dos hormônios.

O que significa Trombose Venosa na gravidez?

 

É a formação de um “trombo” venoso (parte do sangue se transforma em uma massa sólida, um coágulo, dentro da veia). Caso este trombo se desloque, pode ocorrer conseqüências graves como embolia pulmonar.

 

 

De que forma podemos fazer a prevenção deste problema?

 

Pacientes portadoras de varizes ou edema (inchaço) em membro inferior esquerdo, deveriam ser alvo de investigação para Varizes Pélvicas antes de engravidar, pois existem doenças compressivas de veias ilíacas e renais que normalmente descompensam na gestação, fazendo com que a paciente possa ser acometida por trombose venosa profunda e até embolia pulmonar.

Cabe ressaltar, que 80% das tromboses venosas em mulheres grávidas, ocorrem no membro inferior esquerdo, provavelmente devido a presença de varizes pélvicas.

 

Quem já apresentou trombose venosa na gravidez tem chances aumentadas de desenvolver o problema novamente em outra gestação?

 

Sim. Por isto, é aconselhável que nestes casos, se investigue a presença de varizes pélvicas, realizando um exame simples de ultrasonografia transvaginal direcionada para diagnóstico desta doença, antes que se engravide novamente.

 

TROMBOSE DO AVIÃO OU DO VIAJANTE

 

Nos últimos 09 anos, foram diagnosticados 68 casos de trombose venosa do viajante na França.

O curioso é que destes 68 casos, 59 ocorreram em mulheres e sempre em vôos acima de 7 horas.

 

Seria interessante investigar a presença de Varizes Pélvicas nestas pacientes?

 

Sim, acredito que os benefícios seriam muitos, principalmente já que foi constatada maior prevalência em mulheres, o que demonstra fortes indícios de que os hormônios podem exercer papel importante neste tipo de trombose.

 

VARIZES DO OCO POPLÍTEO

 

São varizes localizadas em região posterior de joelho, ou seja, uma área difícil e complexa de se tratar, conforme podemos observar na foto abaixo.

 

 

 

 

 

 

Em minha experiência profissional, pude constatar que o tratamento com espuma densa guiada por eco, também oferece benefícios neste caso.

 

TROMBOSES

 

Trombose é a coagulação do sangue processada durante a vida, dentro do aparelho circulatório, com extensão e localização variáveis. Pode causar a obstrução de artérias e veias e ter conseqüências graves.

 

Qual a diferença entre trombose venosa e trombose arterial?

 

  • Trombose Arterial: Oclusão das artérias por placas de ateroma.

  • “Ateroma”: placas brancas ou amareladas que podem crescer e obstruir as artérias.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

A trombose arterial pode levar a amputação da perna ou a um derrame?

 

Sim, a trombose arterial de membros inferiores pode levar a morte do membro afetado, tendo como conseqüência a amputação que é feita com o intuito de salvar a vida do paciente. E também a trombose nas artérias carótidas ou intracerebrais pode levar o paciente a um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou derrame.

 

  • Trombose venosa: é a obstrução de veias por trombo venoso (coágulos)

  • Trombo venoso: é um coágulo que se forma dentro de uma veia e pode obstruir a circulação venosa, causando embolia pulmonar.

  •  

A trombose venosa superficial e profunda provoca geralmente edema (inchaço) e pode tornar-se uma urgência médica.

 

A trombose venosa também pode levar a amputação?

 

Sim, a trombose venosa profunda também pode levar a perda de um membro, embora seja um caso raro e conhecido como Flegmasia Coerulea Dolens ou flebite azul.

 

Como é feito o diagnóstico?

 

Através de um exame de Eco Color Doppler Venoso. Para isto, é de suma importância que todo(a) paciente que apresente edema (inchaço) súbito consulte um angiologista.

 

Qual a complicação mais grave decorrente da trombose venosa profunda?

 

Embolia Pulmonar: que é a migração do trombo (coágulo) para o pulmão, podendo ser assintomática ou desencadear falta de ar e morte súbita.

 

E as mais freqüentes?

 

Varizes secundárias à trombose venosa.

 

ÚLCERA VARICOSA

 

Úlcera, popularmente falando, significa ferida.

Úlcera varicosa significa ferida na perna causada pela presença de varizes.

 

Quais os tratamentos disponíveis?

 

Clínico: medicamentos, meias elásticas e curativos. Espuma densa guiada por eco, com excelentes resultados.

 

Toda úlcera na perna é provocada por varizes?

 

Não, existem também causas dermatológicas, arteriais, linfáticas e outras (20%). As causadas por varizes correspondem a 80%.

 

Varizes vulvares - vaginais

 

Varizes nos lábios maiores e menores do órgão genital feminino

 

 

 

Varizes perineais

Central de Marcação de Consultas:

Centro: Rua Alcindo Guanabara, 25 sala 1304 - Cinelândia - Rio de Janeiro
Madureira: Estrada do Portela Nº99 - sala 825 - Polo I - Rio de Janeiro

Tels: (21) 3350-2711, 2452-5739 ou 970393359

 

 

Dr. Kennedy Gonçalves Pachêco

CRM: 5251378-4

 

Copyright © 2016 Todos os direitos reservados.

Atendimento: Particular e Convênios Bradesco Saúde, Sul América Saúde, Real Grandeza, Petrobrás, Assefaz, Caberj, Caberj Integral, Caberj Prefeitura, Cedae-CAC, Cepel (Eletrobrás), Caurj, Capesaúde, AGF Allianz Saúde, Mediservice, Skill, Cassi (Banco do Brasil), Funcef, Gama Gestão, Ipalerj, Geap, Porto Seguro, Appai, Assist, Assim Saúde,  Pames, Fapes (BNDES), Correios, Camarj , Memorial Saúde e pelo processo de Reembolso  (Unimed, Amil, Dix, Golden Cross, Intermédica e outros convênios).

 

Visite nossa página (Consulta Médica Social) caso possua baixa renda,
 esteja desempregado ou não tenha Plano de Saúde.

 

Agende sua consulta direto pelo site do doctoralia no link abaixo!
+info: http://www.doctoralia.com.br/medico/pacheco+kennedy-14852881

Email do consultório: consultasdrkennedy@hotmail.com